Escolha uma Página

Enviado por BFM em ter, 05/06/2018 – 18:54

A doença afeta de 8 a 10% das gestações no mundo, causando a morte de 76 mil mães e 500 mil bebês por ano. No Brasil e na América Latina, doenças hipertensivas, como pré-eclâmpsia e eclâmpsia, são a principal causa de mortalidade materna (provocada por complicações da gravidez, do parto e do puerpério). Pode se desencadear a partir da vigésima semana de gravidez, durante o parto, e até 40 dias após, e progride rapidamente.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 99% das mortes de mulheres por causas evitáveis relacionadas à gravidez ocorrem nos países em desenvolvimento.

Saiba mais em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2018/05/25/O-que-%C3%A9-a-pr%C3%A…