Escolha uma Página

Às vezes temos receio em ler certos tipos de livros para as crianças, com medo destes não serem adequados para a idade delas. O educador Rubem Alves escreveu uma coleção de estórias chamada: Estórias para pequenos e grandes, na qual aborda temas dolorosos sobre a vida (morte, perda, solidão, dor e medo) e que, segundo o autor, lhe foram apresentados pelas próprias crianças.

Na introdução do livro: “O Patinho que não aprendeu a voar” (disponível no acervo da Biblioteca), o autor deixa uma mensagem para os contadores de estórias a respeito dessa dúvida.

Eis um trecho:
“[…] Há estórias que podem ser escutadas em disquinhos ou simplesmente lidas sozinhas… São as estórias engraçadas.
Outras devem ser contadas por alguém.
Quando se anda pelo escuro do medo, é sempre importante saber que há alguém amigo por perto. Alguém está contando a estória. Não estou sozinho… Nem o livro que se lê e nem o disquinho que se ouve têm o poder de espantar o medo.
É preciso que se ouça a voz do outro e que diz:
– Estou aqui, meu filho…”